Bruxelas não vai multar Portugal

A Comissão Europeia decidiu, esta quarta-feira, não avançar com multas sobre Portugal nem Espanha. Em troca, impõe metas muito severas.

A notícia foi avançada pelo jornal espanhol "El País".

Em troca da aplicação da chamada multa zero, Bruxelas estabelece novas metas fiscais para 2017 e 218 para os dois países. As metas são consideradas muito duras.

Desde maio que Portugal e Espanha aguardavam pelo desfecho do processo por terem ficado acima de um défice de 3% do Produto Interno Bruto (PIB).

Adiada até setembro está a decisão sobre a suspensão de fundos estruturais, por ainda estar agendado um "diálogo estruturado" entre a Comissão Europeia e o Parlamento Europeu (PE).

O primeiro-ministro português, António Costa, tem insistido que "não há qualquer justificação, nem base legal, e que seria aliás contraproducente a aplicação de sanções por um resultado não alcançado em 2015" e quando se está num ano "em que, felizmente a própria Comissão Europeia reconhece que se irá conseguir cumprir este objetivo".




Fonte: Jornal de Notícias

27/07/2016