Economia portuguesa terminou 2016 em alta

A economia nacional terminou o ano passado em alta. Em Dezembro, a actividade económica registou o terceiro mês consecutivo a aumentar. Também o consumo privado aumentou em Dezembro, registando o maior crescimento em 12 meses.

O último mês do ano passado foi positivo para a economia portuguesa, que terminou 2016 em alta. Os dados divulgados esta sexta-feira, 20 de Janeiro, pelo Banco de Portugal (BdP) mostram que o indicador coincidente mensal para a actividade económica aumentou, em Dezembro, pelo terceiro mês consecutivo. Com um crescimento de 0,8%, a actividade económica registou em Dezembro o melhor desempenho desde Abril do ano passado.

Já o indicador coincidente mensal para o consumo privado registou uma subida de 2,2% no último mês de 2016, a melhor variação no espaço de um ano, isto depois de também em Dezembro de 2015 este indicador coincidente ter crescido os mesmos 2,2%.

Estes dados, que mostram uma evolução positiva da economia portuguesa, vêm juntar-se às agora mais positivas perspectivas do próprio BdP relativamente ao desempenho económico do país.

Esta semana a Católica reviu em alta as estimativas de crescimento do PIB tanto em 2016 como para este ano. A instituição acredita que a economia portuguesa tenha crescido 1,3% no ano passado, uma estimativa que compara com a expansão económica de 0,9% anteriormente prevista pela Católica e com a de 1,2% definida como meta pelo Governo.

Também as previsões de crescimento para 2017 foram revistas em alta, com a Católica a antecipar agora que a economia nacional cresça 1,7%, uma previsão que supera o crescimento do PIB de 1,5% estimado pelo Executivo chefiado por António Costa.

 

 

 

 

Fonte: Jornal de Negócios

20/01/2017