Novo recorde de projetos de investimento privado com apoio do Portugal 2020

Nos meses de setembro e outubro deste ano, as candidaturas aos concursos pelas empresas ao Portugal 2020 atingiram um novo recorde, com um volume global de propostas de investimento de 3,2 mil milhões de euros.

O valor de investimento suplanta o dos concursos do mesmo tipo realizados em abril e maio, que já haviam registado uma afluência recorde desde o início da aplicação dos fundos europeus em Portugal.

Ao todo, foram apresentados 3227 projetos, que preveem a criação líquida de cerca de 12 400 postos de trabalho, equivalente a um crescimento das exportações de 2,2 mil milhões de euros.

Estes são projetos de investimento privado, parcialmente apoiados pelos programas do Portugal 2020, competindo aos promotores uma parte do financiamento.

Inovação e Desenvolvimento

As candidaturas apresentadas aos fundos europeus incorporam uma parcela importante de inovação e desenvolvimento, nomeadamente os projetos promovidos em parceria com universidades e outras entidades do Sistema de Investigação e Inovação.

O objeto destes projetos são novos produtos, processos ou serviços com elevado conteúdo tecnológico, que contribuem para a cadeia de valor e se configuram como focos dinamizadores de capacidades e competências científicas e tecnológicas.

Na sequência do Plano 100 (que consistiu no pagamento de 100 milhões de euros às empresas nos primeiros 100 dias de governação), o Governo tem o objetivo de pagar às empresas 450 milhões de euros até ao final de 2016. Em 31 de outubro, os pagamentos tinham atingido os 378 milhões de euros.

O Governo, no Orçamento do Estado para 2017, estima que seja alocada às empresas uma verba de mil milhões de euros de fundos europeus.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Governo de Portugal

03/11/2016