Produção de energia a partir de eólicas volta a bater máximos

REN registou novo máximo de energia produzida a partir de fontes eólicas.

A REN registou um novo máximo histórico na produção de energia a partir de centrais eólicas, segundo o comunicado divulgado pela gestora da rede elétrica nacional. 

O valor máximo foi registado na madrugada de 21 de novembro, “tendo atingido os 4454 MW, mais 5 MW do que o anterior máximo registado em maio deste ano”, segundo a informação divulgada.“Durante as três horas em que a intensidade do vento foi maior, a energia produzida teria sido suficiente para abastecer a totalidade do consumo energético nacional”, frisa a REN. 

Em maio, o país foi totalmente fornecido, durante quatro dias, com energia a partir de fontes renováveis, sobretudo eólicas. 

Atualmente, a produção eólica representa quase 25% do consumo nacional. Em termos globais, nos primeiros nove meses do ano, a produção renovável abasteceu 61% do consumo, um valor elevado sustentado pelas afluências às barragens (66% acima dos valores médios) e pela produção eólica (9% acima dos valores médios), especifica a REN.

  A produção a partir de renováveis tem permitido também exportar energia, que teve um pico na passada semana com a crise das centrais nucleares em França, através das interligações do mercado ibérico para aquele país.                                                                             Fonte: Dinheiro Vivo
29/11/2016